quinta-feira, 6 de setembro de 2012

é fácil assim... quando tudo está uma merda bem bem grande a pessoa enxerga quem está do seu lado... amizades são feitas de muitos momentos... paixões são feitas de toques... olhares... momentos tb... cada gesto é visto, observado.. cada gesto, cada palavra é pensada... mesmo junto com o álcool... tudo é meticulosamente pensado e espontâneo... hã? como assim? duas coisas opostas??? sim!! uma pequena virada pra pessoa desejada, em uma atitude qualquer já quer dizer muito... e tem outras coisas... não!... eu não o vi!! e tenho medo de ver denovo... vc não sai da minha cabeça... aquele momento em q estava a uns dez metros de distância de mim e me olhou... não não... vc me observou, ou melhor, me enxergou!... parece q com aquele único olhar decifrou o q desejei a vida toda... e o medo de ser revelada, não estou preparada para entregar minhas vontades assim... pq um qualquer não vê isso? pq tem q ser vc? o vento soprou assim ... na minha direção... e vc me viu... leu meus desejos e se transformou no q eu mais quero... quando comecei esse texto jurei q não ia falar sobre vc... q ia falar sobre amizade... mas está tudo tão intenso aqui! vai embora do meu pensamento!

domingo, 5 de agosto de 2012

tolices

tem um monte de gente que é tola...
tem gente que se arruma e vai em um monte de lugares pra procurar aquela pessoa, não qualquer pessoa, mas aquela por quem seu coração vai bater mais forte... aquela que causa um frio na barriga só por pensar nela... e que supõem que tudo o que ela sente é recíproco...
tem gente que se enfia em tanto no trabalho, que esquece que sair e falar bobagens é bom... que esquece desses momentos, que esquece que falar besteiras,idiotices é muito bom...
tem gente que esquece do passado...
tem gente que só quer reviver o passado...
tem gente que só caminha em frente...
tem gente que olha pro céu..
tem gente que só olha pra si...
tem gente que olha pro nada...
tem gente que nem sabe o que enxerga...
tem gente q come, q dorme e trabalha e deixa a vida passar...
tem gente q sente saudade...
tem gente que sente mágoa...
tem gente que se arrepende...
e tem gente que quer se deixar levar e fazer o impossível de novo...
tem gente que está simplesmente vivendo...
tem gente que está esperando... a espera de viver a felicidade... e ela está em cada segundo ... em cada palavra, em cada passo, em cada sorrido, em cada abraço.... a felicidade está onde vc quer... basta vê-la

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

quanto mais eu penso no futuro, mas me sinto presa ao meu passado... aquela cidade de interior onde me mostrou tantas coisas... dores, amores, paixões, decepções... é... foi tudo aprendizado... era pra ser assim... mas hj só me sinto mais fria... difícil algo me abalar ou algo me empolgar... estar sozinha é bem mais fácil, bem mais cômodo... assim... morno... sem amarras... sem satisfações... sem fidelidade... sem cobrança... uma olhada aqui, outro beijo ali... pra q mais? e o passado sempre me rondando ou eu sempre trazendo ele de volta... outro dia eu escutei assim: fala de casamento, de morar junto, mas não fala de namorar...não se pode conjugar esse verbo com a vivi... verdd... o começo me dá paúra... e eu sei... é pq tô sempre começando... porra... não consigo finalizar nada... será esse meu destino??? começar e nunca acabar??? e o passado sempre me atormentando... e eu quero seguir em frente.. sabe... poder simplesmente ir... pra qualquer lugar... pra qualquer direção... nem precisa ter um destino certo... talvez seja isso... talvez não consiga me ver em uma coisa só... em uma vida... talvez eu seja aquele tipo de ser humano q nunca está satisfeito com o q tem... por isso luto sempre... e luto pelo o q? alguém pode me dizer o q fazer?? alguém por favor fala alguma coisa...

quarta-feira, 30 de maio de 2012

declaração de ex amor

eu lembro nitidamente ... o momento em que citou um texto sobre as meninas e os seus encantos na noite, queria lembrar o autor, vc disse o nome e olhou pra mim como q dizendo q eu era seu encanto... estávamos num bar sentados na beira do balcão, já era mais de 5, 6 cervejas...eu tinha acabado de chegar de uma temporada fora, mas parecia q o tempo não tinha passado... sentia aquele seu olhar de cima, como sempre fazia, aquele olhar seguro, com o sorriso safado de cachorro vira-lata descolado, todo cheio de charme, sabendo q eu não resistiria, sabendo q sua presa não iria relutar em momento algum, q eu iria me entregar ao bote rápido e fatal... se prestasse mais atenção saberia q era eu q dominava e não vc... e agora lembrei da primeira vez q te vi, foi na escola, toda vez q sentia seu olhar ficava tímida , mas sempre sorria, chegava a matar aula pra ver vc jogar vôlei, não desviava o olho um minuto, nem seguia a bola.. a nossa história foi muito legal e já q vc ainda vem aqui me visitar, a história ainda é, ela irá sempre continuar sim, sem maiores pretensões... talvez eu tenha sido a mulher q vc desejou por mais tempo, nunca soube de outra q tenha tido esse efeito sobre você... vc é casado e já foi uma outra vez, mas duvido q seja assim... lembro de quantas vezes te encantei e quantas fui encantada por vc, quantas vezes me rendi a essa magia, desde q vc se formou na faculdade, conheci todos os lugares q trabalhou e trabalha, vi vc ficar quase careca e tomar remédio pra ter cabelo, vi ter uma namorada q quando vc ia tomar cerveja, ela ia pra parque de diversões, vi vc ter ciúme de mim, vi vc sorrir, vi sua cara de indignação, sua cara de bravo, de raiva, de amor, de paixão, de desejo, de loucura, de sobriedade e a pior foi a de frieza, vc consegue ser um iceberg quando quer, quantas vezes vc me olhou assim... mas a poucos dias soube q de uma forma indireta vc ainda tem interesse sobre minha vida, q lê sobre minhas paixões, loucuras, frustrações, desejos, amores, desamores e amarguras, até agora não sei explicar o q senti na hora da revelação (isso parece um milagre místico... hahah)...e meu ego agradece... eu não sei o q vc disse a eles sobre mim, sobre nós... mas todos seus amigos fizeram por mim o q eu queria q vc tivesse feito, e ainda bem q não fez, senão seria uma declaração de AINDA AMOR. por conta disso, infelizmente machuquei a pessoa errada, seu amigo, não sei q filme ele viu, o q criou, mas ele vai sobreviver (esse assunto é pra outro texto, aqui é só nós dois). e vc sobreviveu a uma traição bem maior, no seu lugar me sentiria traída com o q fiz, por isso demorou tanto a olhar de novo pra mim, não voltaria atras em nada, porque não teria mudado nossa história, iríamos ser sempre assim, caça e presa, invertendo papéis de vez em quando, mas nunca seríamos um casal de verdade, do tipo que namora, casa e tem filhos... sei q tudo q vc sempre sentiu por mim se resume a um único nome: posse e não me dói... pq deixei ser assim, queria q fosse assim, ou então como teria palavras pra esse texto... vc se sentia meu dono e eu deixava, sem arrependimento algum... e quando , dias atras, escutei vc falando: diz pra ela q eu sou o anônimo, minha reação foi assim: primeira respiração, senti o ciúme de quem ia dar o recado por não saber do q se tratava, seu amigo de infância e na época meu namorado; segunda respiração, meu silencio e surpresa; terceira respiração: a pressa em desligar o telefone e correr pro computador, quarta: um sorriso leve no rosto... hahahaha... poderia ser uma cena de filme com flashes em cada respiração... mas, hã? pára tudo! um grande mistério tinha acabado de ser revelado.. e fui, se fui, fui correndo abrir meu blog e ler cada comentário q vc escreveu, e aí entendi muita coisa, nunca imaginei q fosse vc, nunca... imaginei muitas pessoas menos vc... até agora tô surpresa e por isso ganhou um texto todinho pra vc... ah... agora aquele sorriso deve estar maior ainda... deixa ele aí... afinal vc faz parte da minha história e muita coisa q fiz foi por ter gostado tanto de vc, foi por ter sido apaixonada, por ter sentido raiva... e volto lá em cima e reafirmo... sou a mulher q vc mais se interessou e desejou na vida... se não for, deixa eu pensar assim, fica sendo nosso segredo mais íntimo... mas não quero mais te ver pessoalmente, espero q isso não aconteça porq vamos nos lembrar desse texto na mesma hora... quero só ver fotos e ter lembranças... e essa música... lembra?? estávamos indo pra um apartamento q eu estava mudando... tava uma noite quente.. e no carro essa música... vc aumentou o volume e perguntou se eu gostava... sim meu querido eu ainda gosto dela....

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

tempo

e depois de tanto tempo ... muito tempo... muito
descubro o q procuro...
não quero aquele amor q tira chão, não mais, já vivi isso, e confesso q quando isso acontece vc cai e cai e cai em um turbilhão de sentimentos... e eles bagunçam tanto sua vida, seu ser, q acaba tudo se perdendo... apesar de isso ser a mágica da vida...
agora , nesse momento de minha vida, eu quero aquele amor calmo, sereno, q chega devagar, e aos poucos vai sendo regado como uma planta... todo dia um pouquinho, assim ele vai criando raiz, crescendo e lá na frente, quando virar uma árvore, te dará uma boa sombra,e flores antes dos frutos...

sábado, 19 de novembro de 2011

hoje

eu sou aquela menina que entra no bar
e não quer ser percebida
eu sou aquela menina que chega
e é vista
eu sou aquela menina
q não se entende
e que por isso é desejada
eu sou aquela menina
que somente quer ser ser protegida
eu sou aquela menina que se ilude
por seu uma iludida
eu sou aquela menina
que ainda sonha com alguém
eu sou aquela menina
que não acredita mais em nada
mas que sonha com tudo

quinta-feira, 7 de julho de 2011

o q foi

eu nem sei o q sinto...
eu nem sei o q quero...
eu sei o q vivo...
eu sei o q é intenso...
são sentimentos
são expectativas
ah... eu disse q não ia durar
eu disse q tudo são ciclos...
mas eu me enganei...
eu criei ilusões... vc tb
mas foi
acabou
e agora eu só lembro dos seus gigantes olhos...

quinta-feira, 30 de junho de 2011

é eu sei... foram tão poucas vezes que te experimentei...
mas sempre q lembro de vc, vejo seus olhos grandes olhando pros meus, e toda aquela água transbordando em nós.
era a primeira vez q olhava bem pra dentro de vc, ah... foi intenso, todas as vezes foram
não adianta vc ficar rondando... só quero um pouquinho mais...


eu sei q vc me viu, pq te vi tb... não, não meu caro, não fiz o q vc acha...
tá tudo errado.... tenho certeza q começamos errado (eu sabia o q tava fazendo, mas o desejo...) e foi isso??? acabou??
acabou mesmo???
vc pode até não acreditar, mas sou fiel ao q sinto...
quer saber o q sinto???
venha conversar comigo e te conto tudo....

tudo isso é tão louco... sempre q começava uma história com alguém, eu realmente sabia como iria acabar.. e depois de tanto tempo, tanto... tanto... vc apareceu, e aí eu me vi sem saber o fim... vc tirou minhas certezas...

domingo, 29 de maio de 2011

não diga que eu não te dei nada

Meu pensamento de vez em quando vôa ao passado. Lembro de momentos, dos bons, claro! E quando dou por mim, percebo que estou com um sorriso estampado no rosto.
Agora mesmo foi assim, aqui neste mesmo lugar. A última vez que estive aqui, ESTIVEMOS aqui, me lembro que estava tão feliz, e tinha a certeza de que não me sentia assim a tempos. Foi um dia simples, carinhoso, maravilhoso. Inesquecível.
E mesmo sabendo que tudo acabou, lá no fundo ainda resta a esperança de voltar a ter dias como esse ao seu lado.
O bom é que aos poucos estou consigo esquecer essas lembranças. Tento mandá-las com o vento.
Um vento bem forte que poderia ser mais rápido, mais intenso.
Na verdade poderia ser um furacão, para que eu pudesse erguer minha cabeça, abrir meus braços e ver todas essas lembranças se materializando em formas bonitas e indo pra bem longe, pra zona do esquecimento.
Como pode existir um coração dolorido e esperançoso?



quinta-feira, 26 de maio de 2011

I only remember the good things

ah... o que são lembranças?


era um dia chuvoso, não lembro nem qual era o dia da semana
agora recordando, consigo sentir a textura da sua pele, o calor do seu beijo, a saudade do seu corpo...


ele não sabia como lidar com aquela situação, estava tudo muito delicado, os sentimentos inseguros, quase nenhuma palavra e as que saiam eram muito bem pensadas, existia uma preocupação e cautela para as coisas não piorarem...
o desejo borbulhando...
eles não sabiam o que falar... tinha tanto a ser dito, mas achar a coisa certa era praticamente impossível...
existia a vontade de matar a saudade... os erros estavam explícitos e os dois admitiam oa seus próprios, querendo ser desculpados e aceitos...
amar é ceder...
amar é compreender...
depois de pensar muito ela decidiu se entregar, relutou, mas se jogou... decidiu que lutaria com seus monstros...
e então foram se sentir, o calor, a maciez, o presente, a força, o sorriso...
mas nada disso bastou...



e foi tanta doação...
tanta vontade de acertar...
pra acabar assim, com lágrimas e um pesar gigantesco...

tolices

tem um monte de gente que é tola...
tem gente que se arruma e vai em um monte de lugares pra procurar aquela pessoa, não qualquer pessoa, mas aquela por quem seu coração bate mais forte... aquela que causa um frio na barriga só por lembrar dela... e que pensa que tudo o que ela sente é recíproco...
tem gente que se enfia em tanto no trabalho, que esquece que sair e falar a tôa é bom... que esquece dos momentos de falar nada com nada, que esquece que falar besteira é muito bom...
tem gente que esquece do passado...
tem gente que só quer reviver o passado...
tem gente que só caminha em frente...
tem gente que olha pro céu..
tem gente que só olha pra si...
tem gente que olha pro nada...
tem gente que nem sabe o que vê...
tem gente q come, q dorme e trabalha e deixa a vida passar...
tem gente q sente saudade...
tem gente que sente mágoa...
tem gente que se arrepende...
e tem gente que quer se deixar levar e fazer o impossível de novo...
tem gente que está simplesmente vivendo...
tem gente que está esperando... a espera de reviver a felicidade

terça-feira, 24 de maio de 2011

:)

algumas alegrias bastam para espantar uma grande tristeza..

domingo, 22 de maio de 2011

escrevendo ... só escrevendo e sem voltar pra arrumar o texto...

tudo bem... vc já está em outros braços...
é eu demoro um pouco mais,,, tudo pra mim é mais difícil... como vc mesmo diz, é meu jeito de me fazer de vítima, pode até ser, mas eu não consigo ter esse discernimento...
demoro um pouco mais pra resolver as coisas dentro de mim..
prefiro pensar q não tem mais volta, q acabou mesmo... mas eu preciso de um tempo pra cair a ficha...
acredito q o erro não foi só meu... eu tentei, mas vc não acreditou em mim... mas tb não dei razões suficientes para isso...
mas vc tb poderia ter dado mais crédito...
dói, claro q dói e como dói....
é muito estranho, mas não consigo me imaginar sendo tocada por outra pessoa, isso pode passar amanhã ou não, pode demorar muito... por enquanto sou fiel ao meu sentimento...
pode me bloquear, me ignorar, mas sei q vc vem aqui pra saber de mim... pelo menos eu espero q vc faça isso... essa é minha esperança...
eu não vi, nem ninguém falou, mas eu sei q vc está com outra pessoa ... é uma merda ter esse certeza, porq me sinto tão pequena, tão diminuída... porq eu nem sei o q sinto quando tenho essa certeza dentro de mim
espero do fundo do meu coração q vc esteja em paz..
a última vez q liguei pra vc e q nos falamos era pq estavamos fazendo aniversário de meses, era pq queria simplesmente queria olhar pra vc
era .... era...
agora não ERA mais nada...
agora sou eu... e mais nada de novo...
mas eu trocaria a eternidade por essa noite.....
ah... vem buscar o capacete, a impressora e a camiseta do filho do seu amigo, não aguento mais olhar pra isso.... nem preciso estar aqui pra vc fazer isso
só vem buscar
detesto chegar aqui e ver essas coisas... me faz pensar no q foi e no q não vivemos...
no q vc não acreditou e no q eu não fiz...
no não de nõs...
e o pior é essa saudd, parece até q sinto fisicamente essa tua ausência

terça-feira, 17 de maio de 2011

sexta-feira, 13 de maio de 2011

um beijo

Ela entrou no carro, ele tirou o cinto de segurança, olhou para os olhos dela, depois para o rosto todo e por último a boca. Pegou seu rosto com as duas mãos e a beijou.
Nesse beijo estava o desejo de amar de uma vida toda. O desejo que antes havia de encontrar a mulher de sua vida e de vê-la envelhecer ao seu lado. O beijo pra mulher que sonhou pra ter ao seu lado, a mulher que ia brigar com ele e por ele, que iria ele dar sorrisos, adolescência, força, desespero, carinho, confusão, raiva mas sobre tudo companheirismos e amor incondicional.
Não teve uma palavra, ele não deixou. Só queria sentir a suavidade daquela beleza q tanto admirava.
Era esse mesmo beijo que o fez se apaixonar, igual ao primeiro roubado por ela no dia em que se conheceram de fato, porque ele a muito já queria ter tido essa oportunidade, mas ela foi tão distraída que não percebia os olhares dele. Mas tudo tem sua hora.
O beijo de achar o que estava procurando!
E era sempre assim, toda vez q queria dizer “eu te amo”, ele a beijava dessa forma. Desejo, paixão, carinho, amizade, cumplicidade e felicidade.
E tudo, infinitamente tudo, nesse momento se anulava, em um único beijo.